Projeto Pessoal

O Projeto Pessoal é um momento no qual

o estudante deve sair da posição de aluno e investir nos seus sonhos, naquilo que mais lhe faz sentido na vida naquele momento.

Onde os próprios estudantes decidem livremente aquilo que pretendem para si, a curto, médio ou longo prazo. A escolha do tema/assunto/objeto/projeto é absolutamente livre, para que o estudante se dedique àquilo que ele realmente deseja, quer, gosta, se interessa. Sem restrição de tema, tempo, formato ou espaço.

A busca

Cabe ao educando, à escola e à família buscar o máximo de recursos possíveis para viabilizar o projeto pessoal.

Escolha

É fundamental que a escolha do projeto pessoal seja bem trabalhada para que seja feita da forma mais madura e intima possível, ligada aos seus desejos mais genuínos.

Prática

Entendemos que a virtude vem com o hábito e que para aprender é necessário praticar.

Assim como aprendemos a tocar violão apenas tocando, aprendemos a jogar futebol apenas jogando, aprendemos a escrever apenas escrevendo, precisamos aprender a escolher e tomar decisões a nosso favor e para isto precisamos praticar a escolha. É assim que desenvolvemos a nossa autonomia.

Dentre outros fatores determinantes para realização do Projeto

é a responsabilidade do estudante consigo mesmo.

Se a escolha do projeto foi bem feita pelo próprio educando, o projeto é decidido por ele e a falta de empenho denota falta de responsabilidade com a sua própria escolha.
O Projeto Pessoal pode ser realizado tanto em grupo como individualmente.
Os orientadores selecionam os projetos que irão orientar após a escolha dos estudantes e de acordo com afinidade com os temas propostos. Pensando também no número de educandos para que seja possível oferecer atenção necessária a todos os projetos. Os estudantes também podem solicitar a orientação de outros orientadores, assim como poderão receber orientações de orientadores volantes ou convidados de fora da escola.
O Projeto Pessoal não tem tempo definido, o tempo é estipulado de acordo com a necessidade do projeto e pode ser reestruturado em conjunto com o orientador.
Após a finalização, apresentação e avaliação de um projeto o estudante pode iniciar um novo projeto ou, quando possível, entrar em um projeto que já esteja acontecendo.
Os estudantes são avaliados tanto individualmente, como dentro dos seus grupos de projeto.
Há critérios de avaliação definidos pelos orientadores e outros definidos pelos próprios estudantes.
Os critérios de avaliação definidos pelos orientadores são: capacidade de planejamento; capacidade de pesquisa; capacidade de realização; capacidade de colaboração; respeito consigo e com os outros; responsabilidade consigo e com os outros; organização pessoal; leitura, interpretação e produção de textos/imagens; capacidade de estabelecer relação entre o conhecimento e a prática.
Cada estudante escolhe alguns critérios pelos quais deseja ser avaliado.
Os instrumentos de avaliação utilizados são: observação constante; diálogo; análise da produção/portfólio; relatório escrito; autoavaliação; avaliação em grupo.
O Projeto Pessoal não atribui menção em forma de conceito avaliativo.

O Projeto Pessoal é uma disciplina onde o estudante do Ensino Fundamental 2
desenvolve sua capacidade de propor, planejar, executar, finalizar e avaliar um projeto. A
escolha do tema a ser estudado, ou do objeto a ser construído, ou da técnica a ser
refinada é livre. O imperativo é que os objetivos do que se propõe sejam claros, que haja
registros do processo e que o estudante finalize seu projeto com um produto final. O
tempo de duração é definido pelo estudante em conjunto com o orientador. Todo projeto
tem um orientador, que seleciona aqueles que irá orientar após a escolha dos estudantes
e de acordo com a afinidade com os temas propostos. Os projetos podem ser individuais
ou coletivos. O agrupamento é livre, ou seja, os estudantes podem se associar com
quaisquer colegas entre o 6o e 9o anos.
No Projeto Pessoal, os educadores investem no desenvolvimento da autonomia, na
identificação de interesses e desejos e no aperfeiçoamento de diversas competências e
habilidades.